A violenta tempestade Friederike já provocou nove mortos na Europa, dos quais seis na Alemanha. Depois de ter paralisado o tráfico ferroviário na parte ocidental alemã, a tempestade dirigiu-se para leste, com ventos superiores a 130 quilómetros por hora. O teto de uma escola, onde ainda estavam crianças, foi arrancado por uma rajada de vento, no Estado da Turíngia, no leste do país, mas não provocou feridos.

No maciço montanhoso do Harz, no centro da Alemanha, as rajadas atingiram 203 quilómetros por hora, o que nunca se tinha visto no país. Antes, esta tempestade, proveniente do Mar do Norte, provocara numerosas perturbações nos Países Baixos, onde só esta quinta-feira à noite alguns comboios retomaram o serviço, e na Bélgica.

A circulação dos comboios de alta velocidade Thalys, que liga França, Bélgica, Países Baixos e Alemanha, foi interrompida na parte seguinte a Bruxelas. A tempestade também impediu os aviões de levantarem voo no aeroporto Amesterdão-Schiphol, durante a manhã. No total foram anulados 2330 voos. Vários voos também foram anulados nos aeroportos alemães de Dusseldorf e Munique.

Veja as imagens mais impressionantes do impacto causado pela tempestade Friederike.

https://twitter.com/dw_globalideas/status/953992645080178688