Civis ocidentais que trabalham na base área norte-americana de Al-Asad, no Iraque, disseram à Associated Press que o número de tropas dos Estados Unidos diminuiu depois de ter sido proclamada a derrota sobre o grupo radical Estado Islâmico.

Os civis ocidentais contratados pela Administração norte-americana disseram que “armas e equipamento militar” estão a ser transferidos do Iraque para o Afeganistão. As mesmas fontes acrescentam que dezenas de soldados estão a ser retirados da base desde a semana passada.

Por outro lado, duas fontes oficiais iraquianas disseram à Associated Press que os Estados Unidos alcançaram um acordo sobre a diminuição do número de efetivos, pela primeira vez desde o início dos confrontos contra o grupo radical Estado Islâmico.

Os civis ocidentais e as fontes iraquianas falaram sob anonimato por causa das regras impostas pelos Estados Unidos, não tendo precisado o número exato de tropas que foram supostamente retiradas da base.