291kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Vídeo. Cliente expulso de McDonald's depois de oferecer refeição a sem-abrigo

Este artigo tem mais de 3 anos

Um cliente e o sem-abrigo a quem este ofereceu uma refeição foram obrigados a abandonar um restaurante da cadeia McDonald's, nos EUA. O vídeo tornou-se viral e as consequências são muitas.

i

Tim Boyle/Getty Images

Tim Boyle/Getty Images

Um cliente da cadeia McDonald’s foi expulso de um estabelecimento na Carolina do Sul, nos EUA, depois de ter oferecido uma refeição a um sem-abrigo, também ele convidado a sair pela polícia. O incidente aconteceu esta semana e ficou registado num vídeo que, entretanto, ficou viral — até ao momento reúne quase 80 milhões de visualizações.

No vídeo, é possível ouvir Yossi Gallo, o protagonista da situação, a levantar a voz perante a mulher polícia que pede ao sem-abrigo, a meio da refeição, para sair do restaurante. Revoltado, Yossi mostra a sua indignação e é, também, encaminhado à porta.

Num comunicado citado pelo jornal The Independent e partilhado nas redes sociais, as autoridades da cidade de Myrtle Beach, onde tudo aconteceu, esclarecem que a agente foi ao local depois de uma chamada de um funcionário a queixar-se do sem-abrigo, que estava a pedir dinheiro às pessoas no parque de estacionamento.

Quando a polícia chegou, o mendigo já estava no interior do restaurante e o funcionário pediu que fosse avisado de que estava a invadir propriedade privada. Gallo que testemunhou tudo, e que estava a filmar o sucedido, também foi obrigado a retirar-se, uma vez que o gerente do estabelecimento considerou o seu comportamento desordeiro.

O gerente do restaurante, por sua vez, declarou à comunicação social que o objetivo daquele estabelecimento é “oferecer aos clientes uma experiência positiva” e que o sem-abrigo em questão “tem uma história de comportamento disruptivo” e já por várias vezes, no passo, a polícia e a gerência exigiu que se retirasse.

Também a presidente da câmara de Myrtle Beach falou sobre o incidente nas redes sociais, ao publicar um vídeo onde elogia o trabalho das autoridades e encoraja os membros da comunidade a ajudar quem mais precisa.

Um lado particularmente negativo da história é o facto de a agente policial em causa ter sido identificada nas redes sociais e estar a ser alvo de comentários misóginos, tal como escreve o jornal já citado. Sobre isso, Gallo comentou: “Isso está completamente errado, completamente. Acredito que ela estava só a fazer o seu trabalho”.

A página de Facebook do estabelecimento em causa, por sua vez, foi inundada de comentários negativos e corrida a más avaliações nas últimas horas — ao todo, contam-se 18 mil avaliações de apenas uma estrela.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.