Literatura

Gulbenkian celebra “Galáxia Tabucchi” com exposição e colóquio de dois dias

Antonio Tabucchi morreu há seis anos. De modo a assinalar a data, a Gulbenkian vai realizar uma exposição e um colóquio de dois dias sobre a obra do autor italiano que se apaixonou por Portugal.

Antonio Tabucchi morreu a 25 de março de 2012, em Lisboa

Stelios Skopelitis

Antonio Tabucchi, escritor italiano que passou os últimos anos de vida em Portugal, morreu há seis anos. De modo a assinalar a data, a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, preparou uma série de iniciativas que andarão “à volta de uma só estrela” — Tabucchi. Entre 8 e 10 de abril, a Gulbenkian vai revisitar a obra do autor com dois dias de “intenso debate”, filmes, leituras musicadas e ainda uma exposição iconográfica e documental.

Esta será inaugurada logo no dia 8 e poderá ser visitada durante um mês. Intitulada Tabucchi e Portugal, irá incluir vários objetos do acervo familiar do escritor — como manuscritos, documentos, fotografias –, e excertos de entrevistas com Maria João Seixas e Mega Ferreira. O objetivo é, de acordo com a Fundação Gulbenkian, “mostrar um lado mais pessoal de Tabucchi e da vida que levou no País que o acolheu como a um dos seus”.

Esse “lado mais pessoal” também será revelado através do documentário “Se de tudo fica um pouco — no rasto de António Tabucchi”, de Diego Perucci, que será exibido a 8 de abril, pelas 18h, no âmbito da Festa do Cinema Italiano, no Cinema São Jorge. O filme, o primeiro dedicado a Tabucchi, inclui “entrevistas a amigos, colegas e companheiros de uma vida acompanham uma verdadeira viagem através os lugares que o acolheram e o hospedaram”, segundo a informação disponível no site do festival de cinema.

O filme “Requiem”, do realizador Alain Tanner, tem como base a obra do autor italiano e será exibido no dia seguinte, 9 de abril, na Sala Polivalente da Coleção Moderna da Gulbenkian. No mesmo dia, pela manhã, terá início o colóquio Galáxia Tabucchi, que irá juntar cerca de duas dezenas de estudiosos de várias nacionalidades. O encontro irá terminar no dia 10 com uma leitura musicada de textos de Antonio Tabucchi, a cargo de Jorge Silva Melo e Fabrizio Gifuni. A música foi composta por Carlos Martins e Carlos Barretto.

“O evento é extenso e variado, fazendo dele uma galáxia”, refere a Gulbenkian. “Mas estrela, por esses dias, será só uma – de seu nome Antonio, sem acento.”

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
Conflitos

Mediterrâneo

Luis Teixeira

Huntington defendeu, como Braudel, que a realidade de longa duração das civilizações se sobrepõe a outras realidades, incluindo os Estados-nação em que se supôs que a nova ordem mundial iria assentar.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)