Celebridades

Queria seguir Julia Roberts no Instagram? Agora já pode

A "Pretty Woman" já chegou ao Instagram. Aos 50 anos, Julia Roberts decidiu aderir à rede social e conta já com mais de 560 mil seguidores.

Julia Roberts aderiu ao Instagram na quarta-feira e conta já com mais de 560 mil seguidores.

Getty Images

Se esperou ansiosamente pela adesão de Julia Roberts ao Instagram, já tem motivos para sorrir. É que a atriz decidiu (finalmente) criar uma conta oficial na quarta-feira — e conta já com mais de 560 mil seguidores. Sim, agora já pode deixar de seguir as páginas de fãs e seguir de perto o seu quotidiano. Na bio, escreveu apenas “human” — será isto uma indicação de que Julia Roberts vai simplesmente ser a autêntica Julia Roberts?

Pois é, aos 50 anos, a atriz rendeu-se à rede social e publicou já duas fotografias. Na primeira aparece sorridente e com uma t-shirt onde se pode ler “Love”. Na descrição, optou por escrever um simples “Olá”, o que torna a sua aparição no Instagram ainda mais entusiasmante.

Hello☀️

A post shared by Julia Roberts (@juliaroberts) on

Depois de ter deixado os fãs à espera de mais partilhas, publicou, na quinta-feira, uma segunda fotografia, onde aparece ao lado da estilista de Hollywood Elizabeth Stewart. As duas vestem uma t-shirt que diz: “Não podes fazer toda a gente feliz. Não és um abacate”.

???????????? @theresetsocial

A post shared by Julia Roberts (@juliaroberts) on

Até agora, a atriz queria manter a vida privada fora do alcance das redes sociais, sobre as quais tem uma opinião bastante forte. Numa entrevista dada à revista francesa Marie Claire, em 2013, Roberts chegou mesmo a dizer: “As redes sociais são como o algodão doce. De longe, parece apetitoso, mas depois acabas sempre com os dedos pegajosos”. Cinco anos bastaram para que mudasse de opinião e os fãs, esses, agradecem.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Família

Nasceu-me um neto, o primeiro

Rita Fontoura

Não é já evidente que os portugueses querem ser pais, constituir e cuidar das suas famílias, mas que lhes falta coragem por sentirem que o seu desejo não é acolhido com políticas adequadas? 

Estilo de Vida

Viver ou não viver em modo light /premium

Teresa Espassandim

Continuarei assim a encontrar-me com as Carolinas e os Hugos que na fluidez das suas vidas tiveram de desacelerar e ancorar e, por uns tempos, não ir na corrente até saberem para onde e como querem ir

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)