A polícia espanhola abriu uma investigação de rotina à morte de Pedro Queiroz Pereira, empresário português que morreu este sábado, em Ibiza, após uma queda de dois metros — diz o Periódico de Ibiza –no seu iate que lhe terá causado um subsequente ataque cardíaco.

Morreu Pedro Queiroz Pereira, um dos últimos grandes industriais

De acordo com o Diário de Ibiza, a polícia da localidade espanhola “não tem muitas dúvidas” sobre o ocorrido. Ainda assim, segundo reporta o jornal, a polícia de Ibiza abriu a habitual (e obrigatória) investigação a fim de esclarecer o sucedido.

[Os bolos das irmãs e a verdade. Reveja no vídeo os ataques de Pedro Queiroz Pereira a Ricardo Salgado]

Por volta da meia-noite de sábado o empresário português terá caído num lance de escadas no seu iate, uma embarcação “com mais de 30 metros” que estava atracado numa zona conhecida como “o martelo”, área da marina Ibiza Magna que fica mesmo em frente ao monumento que homenageia os corsários que frequentavam a ilha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A guerra épica de Pedro Queiroz Pereira com o BES. Como o industrial ajudou a denunciar Ricardo Salgado

Assim que o alarme foi dado, duas viaturas dos bombeiros e várias outras da polícia portuária foram enviadas para o local. Os primeiros serviços médicos a chegar “confirmaram” o óbito. Todas as averiguações feitas na altura apontam para o cenário “mais provável” de se ter tratado de um acidente. Fontes judiciais e policiais, citadas pelo jornal das Baleares, indicaram que a autópsia ao empresário português foi feita na manhã deste domingo.