Medo — Trump na Casa Branca, do prestigiado jornalista norte-americano Bob Woodward, um dos responsáveis por revelar o escândalo Watergate, vai ser editado em Portugal na primeira quinzena de novembro. O lançamento, a cargo da Dom Quixote, foi anunciado esta terça-feira, dia em que o livro é editado nos Estados Unidos da América.

Com base em entrevistas com privilegiadas fontes de informação, notas de reuniões, diários pessoais, ficheiros e documentos oficiais, Bob Woodward construiu um relato “sem precedentes” sobre a vida dentro da Casa Branca durante a presidência de Donald Trump, revelando como é que o atual presidente dos Estados Unidos decide as grandes questões da política nacional e internacional. Medo — Trump na Casa Branca é, segundo a Dom Quixote, “o retrato mais íntimo de um presidente norte-americano em funções alguma vez publicado durante os seus primeiros anos no cargo”.

Bob Woodward, jornalista do caso Watergate, publica livro com “revelações” sobre Trump

O lançamento do livro nos Estados Unidos, anunciado no final de julho, tem sido duramente criticado por Donald Trump, que o considerou uma “fraude”, defendendo que as frases em que é citado foram inventadas. “Não falo como sou citado. Se falasse assim, não teria sido eleito presidente. Estas citações foram inventadas”, escreveu Trump no Twitter. O presidente considerou ainda que Woodward usou “todos os truques no livro para rebaixar e menosprezar”.

“Mentiras”, “fontes falsas”, “vigarices”. Trump ataca livro de Bob Woodward

Bob Woodward e Carl Bernstein, dois jornalistas do The Washington Post, foram responsáveis por revelar, nos anos 70, atos de espionagem ao Partido Democrata promovidos pelo então presidente Richard Nixon, que acabou por se demitir em agosto de 1974. Aos 75 anos, Woodward continua a trabalhar para o mesmo jornal norte-americano, onde tem realizado investigações relacionadas com todos os presidentes dos Estados Unidos desde Nixon.