A gigante Coca-Cola está a considerar entrar no mercado das bebidas com infusões de canábis, avança, esta segunda-feira, a Bloomberg. Será, assim, a mais recente empresa de bebidas a aproveitar a crescente procura por produtos que contenham marijuana, isto numa altura em que as vendas de refrigerantes tradicionais parecem estar a diminuir.

Fundada em 1886, nos Estados Unidos da América, a Coca-Cola está a prestar especial atenção às bebidas com infusão de CBD, um ingrediente presente na marijuana sem características psicoativas, usado para tratar a dor. Nesse sentido, está já em conversações com a produtora canadiana Aurora Cannabis.

À Bloomberg, Ken Landers, porta-voz da Coca-Cola, confirmou que a empresa está atenta ao crescimento do CBD, mas garantiu que, até ao momento, não foram tomadas quaisquer decisões. Na sequência desta notícia, as ações da Aurora cresceram significativamente, esta segunda-feira.

O interesse da Coca-Cola acontece numa altura em que, no sector, existem empresas que estão a tentar adicionar canábis às bebidas, numa tentativa de dar a volta à diminuição de vendas. A Constellation Brands Inc., que detém a cerveja Corona, anunciou que vai gastar 3.8 mil milhões de dólares para aumentar a sua participação na produtora canadiana de marijuana Canopy Growth Corp. E este é apenas um dos exemplos.