Andebol

O incrível golo de Carlos Ruesga que valeu a vitória do Sporting no último segundo de jogo

2.027

Carlos Ruesga assinou um golo inacreditável que valeu este sábado a segunda vitória do Sporting na Liga dos Campeões de andebol. Com um pormenor: o espanhol marcou no último segundo do jogo.

O espanhol de 33 anos está no Sporting desde 2016

É um daqueles momentos que todos os adeptos do Sporting que viajaram até à Rússia para ver a equipa de andebol defrontar o Chekhovskie Medvedi na segunda jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões provavelmente vão contar aos filhos, aos netos, aos bisnetos e guardar para sempre na memória. O espanhol Carlos Ruesga assinou um golo daqueles que se vê uma ou outra vez na vida – com o pormenor de que foi marcado no último segundo e valeu a vitória dos leões. Mas já lá vamos.

O Sporting vinha de uma vitória na primeira jornada da fase de grupos frente aos macedónios do HC Metalurg, no pavilhão João Rocha, no passado dia 15. A equipa orientada por Hugo Canela teve muitas dificuldades em impôr o seu jogo na Rússia e superiorizar-se ao Chekhovskie Medvedi durante os 60 minutos da partida, nunca conseguindo passar para a frente do marcador. Ao intervalo, o Sporting foi para o balneário a perder por 14-10.

A segunda parte trouxe um Sporting à procura de golos e Chekhovskie Medvedi que tentou sempre manter as distâncias e controlar o confortável resultado, sem arriscar demasiado e gerindo a vantagem. A 12 minutos do apito final, a equipa portuguesa perdia por 22-18 e a esperança já escasseava. Mas o 22.º golo foi o último que entrou na baliza leonina. Até ao final da partida, o Sporting empreendeu uma remontada sem sofrer mais golos e chegou ao último minuto do jogo com o resultado empatado. A vitória estava nas mãos de Carlos Ruesga e no destino de um livre de nove metros. A partir daí, o espanhol de 33 anos fez aquilo que melhor sabe e garantiu a vitória dos verde e brancos no último segundo de jogo.

O Sporting carimbou a segunda vitória em dois jogos na Liga dos Campeões e vai ainda defrontar o Besiktas da Turquia, o Bjerringbro/Silkeborg da Dinamarca e o Presov da Eslováquia no Grupo C da competição.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mfernandes@observador.pt
PSD

Quando o Papa não é católico /premium

Rui Ramos

Para o PSD, a exclusão do PCP e do BE é a grande prioridade nacional. Mas para isso, é indiferente votar PSD ou PS. Como explicaram os quadros do BCP, uma maioria absoluta do PS também serve.

Corrupção

O caso da OCDE e a corrupção /premium

Helena Garrido

O que se passou com a OCDE foi grave. O responsável pelo estudo foi impedido de estar presente na apresentação. E uma conferência da Ordem dos Economistas foi cancelada. Aconteceu em Portugal.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)