Salão de Genebra

Não está fácil. Jaguar Land Rover “aperta o cinto”

O grupo britânico está a contar todos os cêntimos, para não incorrer em despesas mal calculadas. Genebra, outrora certame ‘obrigatório’, está fora do orçamento para 2019. Volvo e Ford também não vão.

A Jaguar Land Rover (JLR) não vai marcar presença na próxima edição do Salão de Genebra, um dos mais importantes certames realizados em solo europeu, a par do Salão de Paris e do Salão de Frankfurt, que vão alternando. A notícia é avançada pela delegação da Índia da Autocar, o que não é de surpreender, uma vez que o grupo britânico é, na realidade, controlado pelos indianos da Tata.

Sem novidades de monta para a Jaguar e tendo promovido um evento especial em Inglaterra para o lançamento do novo Ranger Rover Evoque, a JLR prefere concentrar-se em “examinar a eficácia de cada salão”, antes de se decidir a avançar para investimentos de retorno não assegurado. Tanto mais que o grupo atravessa um momento particularmente difícil, do ponto de vista financeiro, num misto entre as dificuldades decorrentes do Brexit e a queda na procura de motorizações diesel, que representavam grande parte das unidades entregues a clientes. Resultado: as vendas têm baixado e, com elas, os lucros. Daí que cada cêntimo conte, quando a regra interna é controlar as despesas.

A não comparência da JLR na próxima edição do Salão de Genebra, que se realizará entre 7 e 17 de Março, é mais uma falta a juntar às já confirmadas ausências da Volvo e da Ford, esta última também a braços com um agressivo plano de cortes.

Participe nos Prémios Auto Observador e habilite-se a ganhar um carro

Vote na segunda edição do concurso dedicado ao automóvel cuja votação é exclusivamente online. Aqui quem decide são os leitores e não um júri de “especialistas” e convidados.

Participe nos Prémios Auto ObservadorVote agora

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)