O ataque perpetrado esta segunda-feira por homens armados num edifício governamental em Cabul provocou pelo menos 28 mortos e 20 feridos, anunciou fonte oficial. Entre as vítimas mortais, 25 são funcionários do Ministério dos Mártires e Deficientes, noticia a agência EFE, que cita o porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi.

“A operação de limpeza terminou cerca de sete horas depois do início do ataque”, disse Nasrat Rahimi, que confirmou a morte dos atacantes, sem precisar o seu número.