CDS-PP

CDS insiste: PSD é “partido de colaboração” do PS e partido centrista é o único que “não viabilizará um governo de Costa”

126

A líder centrista continua a tentar cativar eleitorado à direita e a colocar o concorrente PSD na mira: é um "partido de colaboração", diz Cristas. Só o CDS se opõe veementemente a Costa, garante.

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, assumiu-se em Torres Vedras como líder do “único partido que não viabilizará um Governo de António Costa” e acusou o PSD de ser o “partido da colaboração” em ano de eleições legislativas.

“Seremos o partido que pode dizer hoje, como pode dizer nas vésperas das eleições e como dirá a seguir às eleições, que um voto no CDS não serve, não servirá para viabilizar um Governo de António Costa”, afirmou Assunção Cristas.

A líder do CDS-PP discursava no tradicional jantar de reis das concelhias da região Oeste, em Torres Vedras, no distrito de Lisboa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
CDS-PP

O peso das escolhas

Miguel Alvim

O único, exclusivo e fundamental ponto é este sinal imensamente negativo dado à sociedade: é que, afinal, parece que o cargo não executivo na Galp é mais importante do que ser vice-presidente do CDS.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)