Irão

Avião de carga despenha-se no Irão e faz 15 mortos. Há um sobrevivente

Um avião de carga do exército iraniano despenhou-se esta segunda-feira com 16 pessoas a bordo. O Boeing 707 falhou a pista de aterragem devido ao mau tempo. Há 15 mortos e um sobrevivente.

A aeronave despenhou-se e quando chegou ao chão ter-se-á incendiado junto a uma zona residencial em Safadasht, a cerca de 50 quilómetros de Teerão

HASSAN SHIRAVANI/EPA

Um avião de carga do exército iraniano despenhou-se esta segunda-feira com dezasseis pessoas a bordo. O acidente ocorreu quando o Boeing 707 tentava aterrar perto da capital iraniana, Teerão, e falhou a pista de aterragem devido ao mau tempo, noticia o Mirror. Há apenas um sobrevivente.

A aeronave despenhou-se e quando chegou ao chão ter-se-á incendiado junto a uma zona residencial em Safadasht, a cerca de 50 quilómetros de Teerão. O único sobrevivente é engenheiro de voo e foi transportado para o hospital, desconhecendo-se o seu estado de saúde, de acordo com a  agência France-Presse.

Os meios de comunicação iranianos informaram que sete corpos já foram recuperados. As imagens transmitidas pela televisão estatal iraniana mostram a cauda do avião queimada, com o aparelho cercado por casas carbonizadas.

O Boing 707 terá “confundindo o aeroporto com outro aeródromo por causa do mau tempo”, segundo relatos da comunicação social iraniana, citados pelo Mirror.

As autoridades ainda não divulgaram a razão para a decisão do piloto em aterrar em Fath, embora tenham afirmado que a tripulação declarou uma emergência antes de aterrar.

Inicialmente pensava-se que o avião transportava 10 pessoas e que não haveria sobreviventes, mas os relatos posteriores da comunicação social iraniana davam conta de 16 pessoas, um dos quais um sobrevivente.

O avião transportava carne do Quirguistão e estava destinado a aterrar no aeroporto internacional Payam, a cerca de 40 quilómetros a oeste de Teerão.

A força aérea iraniana disse, em comunicado, que o caso já está sob investigação. Não ficou claro de imediato quem é o proprietário do avião, apesar de o general Shahin Taghikhani, porta-voz do exército, ter dito à televisão estatal local que o avião e a sua tripulação eram iranianos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)