A GNR apreendeu na terça-feira, em Alcochete, no distrito de Setúbal, mais de uma tonelada de amêijoa-japonesa, no valor de 17.300 euros, anunciou esta quarta-feira aquela força policial.

A Unidade de Controlo Costeiro, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Fonte da Telha, ontem, dia 19 de fevereiro, apreendeu, em Alcochete, 1.730 quilos de amêijoa-japonesa “ruditapes philippinarum”, com o valor comercial aproximado de 17.300 euros”, indicou a GNR num comunicado.

Na nota, a GNR fez saber que, no decorrer de uma ação de fiscalização “foram abordadas duas viaturas que faziam o transporte dos referidos bivalves, sem a documentação comprovativa da origem da amêijoa, resultando na sua apreensão”.

Se este tipo de bivalves for introduzido no mercado para consumo sem ser sujeito a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, indicou a mesma fonte.

Os dois condutores das viaturas foram identificados e ficaram sujeitos a uma coima no valor de 3.740 euros por não se fazerem acompanhar dos respetivos documentos.

“Os bivalves por se encontrarem vivos foram devolvidos ao habitat natural”, concluiu o comunicado.