Pelo menos seis pessoas morreram e 23 ficaram feridas em três explosões ocorridas nas imediações de um templo frequentado pela minoria xiita em Cabul, no dia em que se celebra o ano novo afegão.

Até agora, retirámos do local 23 feridos e seis mortos. Os números podem aumentar nas próximas horas”, disse à agência de notícias Efe o porta-voz do Ministério da Saúde Pública.

O ataque ocorreu por volta das 09h30 (05h00 em Lisboa) na estrada da Universidade de Cabul, perto do templo Kart-e-Sakhi, onde foram detonados três artefactos explosivos improvisados (IEDs), disse à Efe o porta-voz da polícia local, Basir Mujahid.

Nenhum grupo reivindicou o ataque.

Há precisamente um ano, um atentado suicida no mesmo local da capital afegã, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, causou mais de 30 mortos e 65 feridos.