O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, inicia esta terça-feira uma visita de Estado de quatro dias a Portugal, a convite do seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, durante a qual decorrerá a IV Cimeira Portugal-Moçambique.

De acordo com o programa divulgado por Portugal, a visita de Estado começa nesta terça-feira à tarde com as habituais honras militares, na Praça do Império, e a deposição de uma coroa de flores no túmulo de Luís de Camões, no Mosteiro dos Jerónimos. Segue-se um encontro entre os dois chefes de Estado no Palácio de Belém.

O Presidente da República de Moçambique segue depois para a Assembleia da República, onde será recebido pelo presidente do Parlamento. O primeiro dia de visita termina com um jantar oficial no Palácio da Ajuda.

Na quarta-feira, o Presidente moçambicano e o primeiro-ministro português, António Costa, intervêm na abertura do Fórum de Negócios Portugal/Moçambique, no hotel Intercontinental, em Lisboa, seguindo depois para o Palácio Foz, onde decorre a IV Cimeira Portugal-Moçambique, estando prevista a assinatura de vários acordos entre os dois países.

No âmbito da visita de Estado, Filipe Nyusi, que se faz acompanhar por uma delegação com vários ministros e alguns deputados, participa com o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, no Fórum Euro-África, organizado pelo Conselho da Diáspora, em Cascais, “num painel dedicado ao tema da reconstrução, no contexto da catástrofe dos ciclones Idai e Kenneth”.

Na sexta-feira, último dia da visita de Estado, Filipe Nyusi é recebido na Câmara Municipal de Viseu, às 16h00.

A III cimeira entre os dois países decorreu, em Maputo, em julho de 2018, sob o lema “Moçambique e Portugal: Construindo uma Parceria Estratégica para o Desenvolvimento Sustentável”.