O hip-hop (nacional e estrangeiro) tomou conta do último dia do Super Bock Super Rock. Sorte a de quem gosta de sair de casa no conforto da licra ou com aquelas calças de fato de treino cheias de pinta. O estilo musical não só se ouviu, como se vestiu, prova de que as tribos urbanas continuam a demarcar os seus territórios e confirmação de que há mesmo milagres que só acontecem ao terceiro dia. Chamem-lhe efeito Migos — esse foi de facto o concerto que mais gente atraiu à Herdade do Cabeço da Flauta –, chamem-lhe dia temático. O certo é que o hip-hop refrescou a paisagem do Meco — e até nos fez esbarrar na manequim Sharam Diniz.

Na fotogaleria, veja o melhor do street style do último dia do Super Bock Super Rock.