Na passada quarta-feira, um turista italiano, de visita a Formentera, em Espanha, entrou na marisqueira Es Molí de Sal e pediu uma grande quantidade de comida. Consumiu 400 euros em marisco, mas não tinha dinheiro para pagar a conta.

O homem estava sozinho, sentado numa mesa com vista para o mar e pediu doses duplas de diversos pratos com ostras e lagosta, sempre acompanhado com garrafas de vinho. Quando lhe foi apresentada a fatura, disse que não tinha dinheiro e tentou mesmo a fuga. Os empregados do restaurante, conhecido pelos preços altos que pratica, chamaram a guarda civil espanhola que o deteve de imediato.

Segundo o código penal espanhol, este ato é considerado um “delito grave de burla” com pena que pode ir dos seis meses aos três anos de prisão, adianta o El Mundo. A pena teria sido leve se a conta não chegasse aos 400 euros. O turista italiano acabou por ser declarado insolvente e foi libertado. Está a aguardar julgamento.