Não é todos os dias que se vê uma baleia-jubarte, também conhecida como baleia-corcunda, tentar devorar um leão-marinho. E Chase Dekker que o diga. “Já vi muitas coisas incríveis, mas nada como isto”, afirmou o fotógrafo e biólogo marinho de 27 anos. Apesar da investida, sublinhe-se, o animal saiu ileso.

Durante uma viagem de barco, a 22 de julho, para observar baleias no Oceano Pacífico, mais concretamente na costa da baía de Monterey, na Califórnia, Dekker apercebeu-se de que para um grupo de baleias aquela era a hora da refeição. Um leão-marinho mais distraído que por ali passava não conseguiu fugir a tempo, e foi por momentos apanhado pela mandíbula da baleia-jubarte. Dekker, que se dedica a fotografar animais selvagens há quase uma década, foi rápido o suficiente para pegar na câmara e tirar fotografias do momento.

Mas a história teve um final feliz: a baleia não chegou a fechar a mandíbula e o leão-marinho conseguiu fugir.

“Fiquei entusiasmado porque consegui capturar um momento que nunca mais verei”, disse o biólogo. Na legenda da fotografia do momento no Instagram, relatou:

“Enquanto as baleias-corcundas se alimentavam de um cardume de anchovas, um leão não conseguiu sair do caminho rápido o suficiente e ficou preso dentro da mandíbula da baleia! A determinada altura, o leão-marinho escapou e a baleia também parecia bem, já que continuava a alimentar-se, mas deve ter sido uma experiência estranha para ambas as partes!”