Uma obra renascentista, provavelmente datada de 1280, foi encontrada esta semana na cozinha de uma senhora que se arranjava para mudar de casa, conta o The Guardian.

A pintura de 20×24 centímetros, descoberta por acaso depois de a dona da casa chamar leiloeiros locais para analisarem os móveis e decorações antes das mudanças, pode agora ser avaliada em aproximadamente 6 milhões de euros, já que se acredita pertencer a Cimabue, um dos primeiros pintores renascentistas da Florença, em Itália, mais conhecido por Cenni di Pepo, que viveu durante o século XIII.

Apesar da obra, intitulada de “Christ Mocked”, estar diretamente colocada ao lado de uma placa de aquecimento na cozinha da casa localizada ao norte de Paris, na cidade de Compiègne, está em bom estado, e acredita-se que pertence a um grande díptico de 1280, ao lado de outras obras de Cimabue.

Outras duas obras desta mesma coleção estão na Galeria Nacional de Londres, chamada de “The Virgin and Child With Two Angels”, e na Frick Collection, em Nova Iorque, com o nome “The Flagellation of Christ”. Juntas, mostram a paixão de Cristo até a sua crucificação.

Somente 11 obras foram atribuídas a Cimabue na história, pintor que foi também professor de Giotto, artista renascentista italiano conhecido pelos seus frescos.

“Christ Mocked” vai a leilão em 27 de outubro através da Acteon, em França.