Já está escolhido o sucessor de John Bercow, o carismático líder da câmara baixa do parlamento britânico que se retirou da vida política no final de outubro: será Lindsay Hoyle, membro do Partido Trabalhista e deputado desde a década de 90.

Hoyle era o favorito a vencer a eleição para o cargo de speaker da Câmara dos Comuns. Ganhou com 325 votos a favor, contra os 213 reunidos pelo também trabalhista Chris Bryant, na última ronda de votações esta segunda-feira no parlamento britânico.

Para trás, noutras rondas, ficaram outros cinco candidatos: Eleanor Laing, Harriet Harman, Rosie Winterton, Edward Leigh e Meg Hillier.

Lindsay Hoyle terá agora o papel de presidir aos debates da Câmara dos Comuns, representar os deputados perante as outras autoridades políticas do Reino Unido — incluindo a Rainha e a Câmara dos Lordes — e assumir a liderança daquela câmara.

Ao mesmo tempo, terá de renunciar a dar a sua opinião política nos debates, tendo a obrigação de se manter imparcial nos temas e na distribuição dos tempos.

John Bercow, que ficou conhecido pela forma bem-humorada com que presidiu aos debates no parlamento britânico — sobretudo pelos seus gritos de “Order!” e pela forma como interpelava e repreendia os vários deputados — anunciou em setembro que se iria retirar.

Após ter liderado o parlamento durante dez anos — incluindo três anos de grande tensão política devido ao Brexit —, John Bercow anunciou a saída lembrando a promessa que fez à mulher e aos filhos: este seria o último mandato. Bercow deixou formalmente o cargo no dia 31 de outubro.

Segue-se um político que, de acordo com a imprensa britânica, partilha com John Bercow um certo sentido de humor tipicamente inglês que deverá tornar a transição mais suave — como notou Jeremy Corbyn nesta noite, numa intervenção de saudação ao novo líder, lembrando uma imagem publicada por Hoyle no Twitter há dias.

Lindsay Hoyle era, até agora, o Chairman of Ways and Means, título de um dos três adjuntos do speaker, que tinha a função de substituir Bercow na ausência deste. Por isso, quando se sentar na cadeira, Hoyle não deverá estranhar o lugar.

Natural da região de Lancashire, Hoyle foi autarca trabalhista durante quatro mandatos e foi eleito para o parlamento pela primeira vez em 1997, pelo círculo de Chorley — tendo sido o primeiro trabalhista a ocupar aquele lugar em quase duas décadas.