O cantor e compositor norte-americano Kevin Morby cancelou o concerto que tinha agendado este mês em Lisboa, no âmbito do festival de música Super Bock Super Rock (antigo Vodafone Mexefest). O festival realiza-se anualmente em várias salas de espetáculo — algumas improvisadas, como restaurantes e palácios — da Avenida da Liberdade.

A doença foi o motivo apresentado para o cancelamento deste concerto, inserido numa digressão europeia que ficou sem efeito. Num comunicado citado pelo festival, Kevin Morby explicou: “Aos meus amigos europeus: parte-me o coração dizer isto mas por motivos de doença vou cancelar as datas restantes da minha digressão de novembro [já tinham sido anteriormente canceladas as primeiras atuações do mês]”.

Por mais que odeie falhar concertos por circunstâncias destas, preciso de ouvir o meu corpo e os meus médicos e tirar um tempo para garantir que recupero totalmente. Por favor acreditem em mim quando digo que atuar ao vivo é uma das grandes fontes de alegria da minha vida e magoa-me ter de cancelar espetáculos, mas tenho de descansar para poder voltar à estrada no próximo ano e daí em diante. Envio amor para todos e espero ver-vos algures e em breve”, lê-se.

Há cerca de uma semana, o músico tinha cancelado as primeiras atuações da sua digressão de novembro, tendo estendido agora o cancelamento a todos os espetáculos marcados em solo europeu neste mês.

O primeiro comunicado de cancelamento de espetáculos do músico, que agora anunciou também que não poderá atuar ao vivo também em Lisboa e em outras cidades europeias (@ Instagram Kevin Morby)

Com uma carreira consolidada no panorama da música independente norte-americana — já tinha feito parte da banda Woods e do grupo The Babies antes de se ter afirmado a solo ao longo desta década —, Kevin Morby tem cinco álbuns de estúdio editados em nome próprio e tem dado concertos em Portugal com grande regularidade nos últimos anos. O seu mais recente disco, Oh My God, editado este ano, já tinha sido inclusivamente apresentado ao vivo pelo músico em Lisboa, no Teatro São Luiz.

Também este ano, na sequência da edição de um novo álbum, Kevin Morby deu uma entrevista ao Observador na qual falou da sua música e do seu crescimento artístico, de como é a vida na estrada, do envelhecimento e de Lisboa e Porto. “Ando muito em digressão e adoro Lisboa, adoro a ZDB e outros espaços. No Porto então, já passei muito tempo, adoro andar aí ao pé do rio e poder entrar num restaurante à confiança sabendo que terão peixe fresco e o cozinharão para mim. Adoro o espírito que se sente em Portugal. Também já passei uns dias numa zona balnear à cidade de Lisboa, lembro-me que comprámos peixe diretamente ao pescador e o cozinhámos na mesma noite”, contou então.

Para o Super Bock em Stock, estão confirmadas atuações de Michael Kiwanuka, Slow J, Friendly Fires, Helado Negro, Curtis Harding, Luís Severo, Balthazar, Marissa Nadler, Sinkane, Tainá, Keso e Murta, entre outros.