Primeiro a retirada de confiança política, depois a desvinculação do assessor da deputada — e um dos fundadores do partido — e agora é Joacine Katar Moreira a sair do partido. Fonte do Livre confirmou ao Observador que já recebeu a carta de desvinculação da deputada.

O anúncio foi feito ainda esta madrugada por Katar Moreira através do Facebook, afirmando que não sente “liberdade nenhuma”, mas “algum silêncio” que, nota, “é uma espécie de ouro neste momento”.

Publicação de Joacine Katar Moreira no Facebook

A passagem à condição de deputada não inscrita foi já anunciada pelo presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues na segunda-feira no arranque das votações na especialidade do Orçamento do Estado.

Caberá agora a Joacine Katar Moreira continuar com a defesa das 32 propostas de alteração ao OE2020, uma vez que estas se mantêm por terem sido apresentadas pela deputada durante o tempo em que ainda tinha a confiança política do partido. Recorde-se que uma das propostas que mais polémica gerou, que previa a devolução do património museológico às colónias, já foi chumbada no hemiciclo.