O sistema de saúde espanhol está a ser alvo de múltiplos ataques informáticos – que se agravaram nas últimas horas e que visam “quebrar todo o sistema informático” da saúde. O alerta foi feito esta segunda-feira pelas autoridades espanholas, incluindo o Ministério da Administração Interna, que avisam que estão a chegar aos computadores e às caixas de e-mail de vários profissionais de saúde “vírus” informáticos e mensagens falsas (sobretudo Whatsapp) que procuram “provocar o medo e o pânico na população”.

Foram detetadas, segundo o El Mundo, mais de 200 mensagens falsas, incluindo mensagens de som que recomendavam às pessoas que fossem a correr comprar mantimentos porque o Governo estaria na iminência de endurecer as medidas restritivas da circulação das pessoas.

Foi dado como exemplo pelas autoridades, também, um vídeo que está a circular e que ilustra um suposto numa prisão. Existem, ainda, vários e-mails que tentam extrair de profissionais de saúde as senhas que utilizam para aceder aos serviços informáticos essenciais.

A principal fonte de preocupação, nesta altura, porém, é o “vírus muito perigoso e malicioso” que está a circular – uma referência não ao novo coronavírus (que provoca a doença Covid-19) mas aos programas informáticos que tentam interromper o funcionamento dos servidores dos hospitais e, além disso, “aceder aos nossos sistemas, infetar os nossos computadores e obter acesso a todas as nossas palavras-chave e informações pessoais”, comentou Jose Ángel González, da Polícia Nacional.

“Tenham cuidado na hora de abrir mensagens eletrónicas”, pediu o responsável.