O Coordenador da Comissão de Trabalhadores da fábrica de Palmela anunciou esta sexta-feira que o arranque de trabalhos da Autoeuropa está marcado para dia 27 de abril”, explicando que a fábrica vai entrar em lay-off a partir do dia 20 e até serem retomados os trabalhos. Sem precisar um valor exato, Fausto Dionísio estima ainda que se tenham perdido pelo menos entre 18 e 20 mil carros devido à paragem. “Fazíamos 900 carros por dia e estamos parados há um mês e tal”, sustenta.

“A empresa vai arrancar com dois turnos na semana de 27 a 30 de abril e na outra semana arrancam os outros dois turnos”, explica Fausto Dionísio em entrevista à Rádio Observador, acrescentando que, durante a reunião de quinta-feira com os trabalhadores, a Autoeuropa “mostrou todas as ações que estava a fazer para os trabalhadores regressarem ao trabalho com a segurança adequada”.

9h. Autoeuropa já perdeu produção de 20 mil carros com a pandemia

A Autoeuropa tinha, inicialmente, anunciado a suspensão da produção até 29 de março, tendo no dia 8 anunciado a que iria retomar a produção de forma gradual a partir da próxima segunda-feira.