Um homem de 30 anos com antecedentes tanto em Portugal como em Espanha foi detido, em Vila Nova de Gaia, e ficou em prisão preventiva, por suspeita de 13 crimes de furto, revelou este domingo a GNR do Porto.

Em comunicado, o Comando Territorial do Porto explica que, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Vila Nova de Gaia, foi detido um homem “por suspeitas de crimes de furtos qualificados”. A investigação decorria há cerca de dois meses, tendo originado dois mandados de busca domiciliária, os quais culminaram na detenção do principal suspeito.

“O indivíduo está indiciado pela prática de 13 crimes de furto qualificado no interior de residências, através de escalamento e arrombamento”, refere a nota. Foram ainda apreendidos uma ‘playstation’, dois telemóveis, uma máquina de café e um par de sapatilhas.

O homem, que tem antecedentes criminais em Portugal e em Espanha, foi alvo de um primeiro interrogatório judicial no sábado, no Tribunal de Instrução Criminal do Porto. Ficou em prisão preventiva.