Um porta-voz do Grupo Volkswagen confirmou ao jornal alemão Handelsblatt que as entregas do novo Golf 8 foram retomadas na passada quinta-feira, depois de a equipa técnica ter conseguido solucionar mais depressa do que o inicialmente previsto o mau funcionamento do sistema eCall.

Conforme aqui reportámos, a Volkswagen viu-se obrigada a suspender as entregas do seu best-seller, depois de ter sido detectado um bug no sistema de segurança que todos os carros novos têm de possuir desde 2018, por imposição da União Europeia, para agilizar a resposta em caso de sinistro. Na ocorrência de um acidente, a função do eCall é comunicar automaticamente com a central de emergência, transmitindo a localização exacta do veículo, para que seja possível uma deslocação mais célere dos meios de socorro ao local. Sucede que se verificou que o sistema da Volkswagen carecia de fiabilidade nos dados transmitidos, o que levou a autoridade federal para o transporte rodoviário alemã (KBA) a exigir a suspensão das entregas do hatchback até que o problema fosse resolvido.

Carros novos: eCall obrigatório. Saiba o que muda

De acordo com o Handelsblatt, a KBA já aprovou a solução proposta pela Volkswagen, tendo a marca chegado à resolução do bug mais rapidamente do que suposto, pois de início as próprias informações vindas de Wolfsburg apontavam meados do mês deste mês como a altura em que o software já estaria livre de erros, ao que corresponderia praticamente um mês sem entrega de novas unidades.

Em produção desde o Outono, foram produzidos cerca de 30 mil Golf com problemas no eCall, 15 mil dos quais adquiridos por clientes alemães. Note-se que, apesar das entregas terem sido suspensas, a Volkswagen não cessou a produção do compacto, fabricando-o à razão de 4000 unidades/semana. Os veículos já entregues terão de se deslocar à oficina para solucionar o problema, uma vez que a marca não faz esta actualização over-the-air (OTA). De acordo com a Automotive News Europe, os 30 mil Golf afectados terão de fazer uma intervenção física, porque a actualização de dados remota não é suficientemente fiável para reprogramar o sistema.

Entregas do Golf 8 suspensas devido ao eCall

Os problemas da Volkswagen com a tecnologia têm sido uma dor de cabeça nos últimos tempos. Primeiro, porque o novo Golf sofreu atrasos na produção justamente porque os técnicos não conseguiram resolver em tempo útil os problemas detectados no software desta nova geração, apresentada como a mais tecnológica de sempre. Isso levou a que dos 80 mil a 100 mil carros que deveriam ter sido produzidos em 2019, apenas tenham saído da fábrica 8000 unidades. Segundo, porque a própria imprensa alemã não cessa de relatar problemas no novo ID.3, o primeiro eléctrico de nova geração da marca. No início deste ano, surgiu a indicação de que o modelo chegava a atingir 300 erros num só dia de testes, alegadamente devido a falhas na arquitectura básica do software – o que estará na origem do “desabafo” do ex-CEO, Herbert Diess, quando este reconheceu publicamente que a tecnologia da Tesla está muito mais madura (e fiável).