A cápsula Dragon da SpaceX, com quatro astronautas a bordo, chegou esta terça-feira à Estação Espacial Internacional, anunciou a agência aeroespacial norte-americana NASA.

A primeira fase da acoplagem à Estação Espacial Internacional (EEI) foi concluída às 4h01, de acordo com as imagens difundidas em direto ‘online’ pela NASA. A segunda fase terminou alguns minutos depois.

A cápsula Dragon da SpaceX é o segundo aparelho atualmente capaz de viajar para a EEI. O primeiro é a Soyuz russa, que desde 2011 tem transportado todos os residentes da estação, depois do fim do programa do vaivém espacial norte-americano. A NASA considera esta a primeira missão operacional de uma empresa privada rumo ao espaço.

[Os astronautas congratulam-se após a chegada à Estação Especial Internacional. Veja o vídeo:]

A cápsula, batizada ‘Resilience’, foi lançada às 20h27 de domingo (0h27 de segunda-feira em Lisboa), a partir do Centro Espacial Kennedy, na Florida (sudeste dos Estados Unidos), por um foguetão Falcon 9 da companhia do empresário Elon Musk SpaceX, e o novo meio de transporte espacial da NASA, após nove anos de dependência da Rússia.

“É um grande dia para os Estados Unidos e para o Japão”, declarou o chefe da NASA, Jim Bridenstine, em conferência de imprensa, numa referência aos quatro astronautas a bordo da cápsula: três norte-americanos, Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, e um japonês, Soichi Noguchi.

Os quatro, que vão juntar-se aos dois russos e uma norte-americana, vão ficar seis meses no laboratório orbital, a 400 quilómetros acima da Terra.

[Vídeo 1 no interior da cápsula Resilience e vídeo 2 da transmissão em direto da chegada à Estação Espacial Internacional, partilhados pela NASA:]

Este primeiro “voo operacional” segue-se à missão de demonstração realizada entre maio e agosto e durante a qual dois astronautas norte-americanos foram transportados para a EEI e de volta à Terra sem problemas pela SpaceX.

Ao todo, a SpaceX deve lançar dois outros voos com tripulação em 2021 para a NASA, incluindo um com o europeu Thomas Pesquet, e quatro missões de abastecimento nos próximos 15 meses.

[SpaceX “faz história” a caminho Estação Espacial Internacional. Oiça aqui:]

SpaceX “faz história” a caminho Estação Espacial Internacional

“A NASA era um desastre acabado quando tomámos isto em mãos. Agora é o centro espacial mais popular e o mais avançado do mundo, de longe!”, escreveu o Presidente cessante norte-americano, Donald Trump, na rede social Twitter.

O Presidente eleito, Joe Biden, também felicitou a NASA e a SpaceX. “Esta é a prova do poder da ciência e do que podemos alcançar ao combinar inovação, engenho e determinação”, escreveu também no Twitter.

Quatro astronautas numa cápsula chamada Resiliência. Primeiro voo operacional da SpaceX já está a caminho da Estação Espacial Internacional