À semelhança do que acontece com os automóveis eléctricos, cuja procura continua a aumentar, também os veículos comerciais alimentados por bateria são cada vez mais populares, sendo poucos os construtores que não os incluíram já nas suas gamas. E o líder das vendas, enquanto grupo, é a PSA.

A Citroën, a Opel e a Peugeot, as três marcas da PSA que oferecem veículos comerciais, dos mais compactos e acessíveis aos de maiores dimensões e capacidade de carga – bem como as respectivas versões de passageiros –, já disponibilizam algumas versões eléctricas. Apesar de não cobrirem toda a gama, asseguram a liderança do grupo dirigido pelo CEO português Carlos Tavares na oferta e, mais importante do que isso, nas vendas.

4 fotos

Agora a PSA fez saber que, a partir de 2021, todos os seus modelos comerciais destinados ao transporte de mercadorias e passageiros vão incluir versões eléctricas. Isto inclui os comerciais compactos, como o Citroën ë-Berlingo, o Opel Combo-e e o Peugeot e-Partner, ou os seus “parentes” virados para o transporte de passageiros como o ë-Berlingo, o Combo-e Life e o e-Rifter.

Os furgões, comerciais e de passageiros, não serão esquecidos, pois também os Citroën Jumpy e Jumper, os Opel Vivaro e Movano e os Peugeot Expert e Boxer vão ser alimentados a partir de baterias.

A aposta da PSA passa pela crescente apetência do mercado por veículos com zero emissões, capazes de realizar a distribuição de mercadorias em meios urbanos e semi-urbanos, o que deverá garantir um contínuo incremento das vendas.