O novo álbum da série da famosa banda-desenhada sobre uma irredutível aldeia de gauleses chama-se Astérix e o Grifo. Será o 39.º álbum da série de banda-desenhada criada por Albert Uderzo e René Goscinny em 1959 e o quinto com a nova dupla de ilustrador e argumentista, Didier Conrad e Jean-Yeves Ferri.

A data de lançamento, 21 de outubro, foi revelada em janeiro, mas o título foi mantido em segredo até esta segunda-feira, assim como a capa, que o Observador apresenta em exclusivo na sua edição em português, numa versão provisória:

O argumentista Jean-Yves Ferri, que desde 2011 é responsável pelos novos álbuns de Astérix, revelou em comunicado que a ideia para a história lhe surgiu por causa de uma escultura de Tarasca, “um animal aterrador das lendas celtas”. A imagem levou o escritor a perguntar-se se “os nossos antepassados acreditavam realmente na existência destes monstros bizarros”. Decidiu então “percorrer o bestiário mitológico” em busca de um animal que pudesse ocupar “o centro da trama” do novo álbum”. “Metade águia, metade leão (e com orelhas de cavalo), enigmático q.b., acabei por optar pelo grifo”, confessou.

Novo álbum de Astérix e Obélix sai em outubro (e já há pistas)

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

É precisamente uma representação deste antigo animal mitológico, cuja primeira imagem remonta a 3.500 a.C. no Irão, que surge na capa de Astérix e o Grifo. O desenho de Didier Conrad, que substituiu Albert Uderzo em 2012, mostra Astérix e Obélix a subirem a um tronco de árvore, esculpido em forma de Grifo, para tentarem apanhar Ideiafix, que parece querer escapar-lhes.

Esta não é a primeira vez que um álbum de Astérix incorpora uma figura lendária. Por exemplo, O Pesadelo de Obélix (1996) inclui touros alados e centauros, O Regresso dos Gauleses (2003) um elfo rabugento e Astérix entre os Pictos (2013), o primeiro com Ferri e Didier ao comando da série, o antepassado do monstro de Loch Ness.

Morreu Albert Uderzo, o ilustrador de “Astérix”

O anúncio de um novo álbum surge um ano depois da morte de Albert Uderzo, responsável por criar a figura do pequeno gaulês. Uderzo morreu a 24 de março de 2020, aos 92 anos, de ataque cardíaco. A esse propósito, a dupla atualmente responsável por Astérix declarou: “Albert confiou em nós para respeitarmos os valores das personagens que ele criou com René Goscinny, fazendo-as viver novas aventuras. É com muita emoção que, na sua ausência, prosseguimos a missão que ele nos confiou com este novo álbum, que esperamos venha a fazer as delícias dos leitores”.