Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Tal como a pandemia, o mercado automóvel europeu revela uma recuperação robusta, sobretudo comparando com os valores registados em 2020. Numa Europa a 26, o mercado cresceu 261% em Abril, face ao período homólogo do ano anterior, o que não impede que tenha, ainda assim, caído 23% em relação a 2019. Daí que o quarto mês de 2021 tenha registado os segundos valores mais baixos nos últimos 20 anos.

Entre os modelos mais vendidos, a Peugeot brilhou ao ter o 208 (com 18.387 unidades) e o 2008 (18.328) como os dois modelos mais vendidos em Abril. O VW Golf (17.763), o tradicional líder das vendas, foi apenas o 3º no ranking, à frente do Toyota Yaris (17.365), que continua a evidenciar cada vez maior aceitação junto dos compradores europeus, seguido do VW T-Roc (17.168), Opel Corsa (16.934) e o Renault Clio (16.859), que habitualmente é o segundo das vendas, atrás do Golf. De salientar o bom desempenho do Fiat 500, o 8º mais vendido com 15.771 unidades, à frente do Peugeot 3008 (14.743) e do Citroën C3 (14.692).

Em matéria de combustível, a percentagem dos que recorrem à gasolina foi de 59% no mercado europeu em Abril, contra 64% em 2019, com o gasóleo a atrair 24% dos compradores (32% em 2019). Os veículos equipados com baterias recarregáveis, 100% eléctricos e híbridos plug-in (PHEV), que representavam 3% em 2019 e 11% em 2020, conquistaram este ano 15%.

Devido à legislação europeia, que favorece os PHEV pela forma como calcula os consumos e emissões, este tipo de veículos cresceu mais do que os 100% eléctricos (507% contra 338%), batendo-os igualmente no volume de vendas, transaccionando 81 mil unidades, contra 71.500 modelos exclusivamente a bateria.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O PHEV mais vendido foi o Ford Kuga (4171 unidades), à frente do Volvo XC40 (3798), Peugeot 3008 (3507), Mercedes Classe A (3184), BMW Série 3 (2692), BMW X1 (2457), Seat/Cupra Leon (2374) Mercedes GLC (2221), Renault Captur (2150) e BMW X5 (1894).

Entre os veículos 100% eléctricos, a Volkswagen chamou a si os dois modelos mais vendidos, com o ID.4 a colocar no mercado 7335 unidades e o ID.3 um total de 5735. O 4º eléctrico mais procurado foi o Renault Zoe (4015), à frente do Peugeot e-208 (3533), do Hyundai Kauai EV (3383), Fiat 500e (3240) e Kia e-Niro (3150). Os três últimos classificados neste ranking foram o VW e-up! (2925), Smart Fortwo EQ (2610) e Nissan Leaf (2394), com o Tesla Model 3 a estar fora da tabela por falta de carros para entrega, o que só será totalmente ultrapassado quando a Gigafactory de Berlim começar a laborar. No mercado global, a Tesla ainda é quem mais vende carros a bateria.