Se a vitória da equipa de França sobre os EUA no basquetebol olímpico foi o ponto alto para os fãs da modalidade, o intervalo da partida não foi indiferente: ficou marcado pela presença de um robô que concretizou uma centena de lançamentos perfeitos — desde lances livres, a triplos .

Com 1,85m e 90 quilos, o robô chamado CUE, de estrutura semelhante a qualquer outro jogador da modalidade, espantou pela tecnologia utilizada que resultou em lançamentos milimetricamente calculados.

Criado em 2018, este robô tem vindo a ser alvo de constantes upgrades tecnológicos e, em 2019, a terceira versão (o CUE3) bateu um recorde do Guinness, concretizando 2,020 lançamentos em 6 horas e 35 minutos, segundo o jornal Washington Post.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No regresso a Tóquio, em 2021, CUE4 estava bastante mais preparado. As suas capacidades apresentadas na passada segunda-feira nos Jogos Olímpicos foram para além de lançamentos de vários ângulo e distâncias no campo. O robô conseguiu também correr e receber passes dos assistentes.