A Netflix revelou esta sexta-feira, 30, a primeira imagem da atriz Imelda Staunton, conhecida de “Vera Drake”, “Downton Abbey” ou como Dolores Umbridge na saga Harry Potter, que assumirá o papel de Rainha Isabel II na 5.ª e 6.ª temporada da série The Crown.

Staunton vai suceder às atrizes Olivia Colman (da 3.ª e 4.ª temporadas) e Claire Foy (da 1.ª e 2.ª temporadas), uma vez que a série vê o seu elenco mudar ao longo das várias temporadas para acompanhar as diferentes épocas da história da família real britânica. Neste caso, a atriz vai interpretar a monarca ao longo dos anos 1990 e até 2003. Ao abranger a década de 90, a série vai acompanhar a separação de Carlos e Diana, o colapso do casamento entre Sarah Ferguson e o Duque de York, o incêndio no Castelo de Windsor e a morte de Lady Di.

Foi na página oficial de Twitter de The Crown, que a plataforma de streaming decidiu levantar a ponta do véu daquela que virá a ser um primeiro olhar sobre a próxima temporada escrevendo: “Um primeiro vislumbre da nossa nova Rainha Isabel II, Imelda Staunton”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Com uma camisa em tons amarelados e castanho, com um padrão leve e de laçada no pescoço, a atriz enverga também o já habitual colar de pérolas, mostrando-se com um olhar sereno.

Para as próximas temporadas, que serão as finais, juntam-se a Imelda Staunton no elenco Lesley Manville como Princesa Margaret, Jonathan Pryce como Príncipe Filipe, Elizabeth Debicki fará de Diana, Dominic West de Príncipe Carlos, e Jonny Lee Miller assumirá o papel do primeiro-ministro John Major. As filmagens começaram este mês nos Elstree Studios em Hertfordshire, prevendo-se que a temporada estreia em 2022.

Ao contrário do que tinha sido inicialmente avançado, The Crown não terminará na 5.ª temporada, mas sim na 6.ª final, uma decisão justificada pelo criador e guionista Peter Morgan pela necessidade de “fazer justiça à riqueza e complexidade da história”.

Morgan tinha anunciado em janeiro de 2020 que seria Imelda Staunton a próxima a assumir o papel da Rainha, mostrando-se “muito entusiasmado” com a escolha que levaria a série até ao século XXI. “Imelda é um talento espantoso e será uma sucessora fantástica de Claire Foy e Olivia Colman”, referiu Morgan, que também escreve a série, em comunicado na altura.