Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O presidente da Junta de Freguesia de Ferrel, no concelho de Peniche, foi alvo de uma queixa-crime por ter alegadamente agredido duas jovens de 27 e 24 anos, à porta de um bar na praia do Baleal, no dia 28 de julho, de acordo com o auto da Guarda Nacional Republicana (GNR) a que o Observador teve acesso. O autarca, Pedro Barata, foi identificado pela GNR como um dos agressores de um grupo de cerca de uma dezena de homens que terão estado envolvidos neste episódio de violência, confirmou fonte desta força militar ao Observador. O caso já foi remetido para o Ministério Público, mas o presidente da Junta nega qualquer ato violento, dizendo apenas que interferiu para poder ajudar.

As duas jovens terão saído do bar Danau, no Baleal, pouco antes de encerrar, por volta das 5h00 da madrugada já de domingo, dia 28. “Assim que as luzes do bar se acenderam, pensámos: ‘Não vamos esperar que toda a gente saia, se não forma-se aqui uma confusão’. Até porque ainda tínhamos uma viagem para fazer, mais ou menos longa [são de uma localidade a cerca de 50 quilómetros]”, contou uma das vítimas ao Observador. As duas raparigas dirigiram-se para o carro que tinha ficado estacionado em frente ao estabelecimento. “Tínhamos alguma comida no carro, fomos comer para lá e fumar um cigarro”, recorda.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.