Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Entre as solenidades do tempo natalício, conta-se a epifania, que se celebra neste domingo e que recorda a adoração de Jesus por uns magos que, vindos do Oriente, foram conduzidos por uma misteriosa estrela até Belém, onde encontraram Jesus, Maria e José (Mt 2, 1-12).

Os magos são a expressão da universalidade da missão de Cristo, Rei dos Judeus, como eles próprios o reconhecem e assim dizem a Herodes, que sente por isso em perigo o seu trono e toma a decisão de mandar matar todos os recém-nascidos em Belém (Mt 1, 16-18). Enquanto astrónomos, são também os representantes da ciência, chamada a prestar homenagem àquele que é, como ele próprio dirá de si mesmo, a verdade (Jo 14, 6).

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.