Era para ser um momento de festa para o Flamengo, e também para Jorge Jesus, o multicampeão treinador português, principalmente, pois a equipa do Rio tinha grande vantagem na disputa com o Athletico Paranaense, já que havia empatado o primeiro jogo das quartas de final da Taça do Brasil em Curitiba na casa do adversário, e vinha de goleada sobre o Goiás pelo campeonato brasileiro, o que credibilizava a equipa do Rio, como o grande favorito para eliminar o clube paranaense.  Entretanto, o que era para ser uma festa, virou decepção, pois o Flamengo foi eliminado pelo Athlético paranaense  na disputa de grandes penalidades, após os dois jogos terminarem empatados, o que deixou muitas pessoas surpresas aqui em Portugal, pois grande parte das pessoas que gostam de futebol aqui,  consideram o Flamengo como o maior clube brasileiro, no entanto, é importante ressaltar, que apesar de ter muita história e de possuir uma excelente equipa, o Flamengo não é o Barcelona dos trópicos, e  que num país de dimensões continentais, o escrete de Jorge Jesus não reina sozinho.

Detentor de uma grande história e clube de maior torcida do Brasil, o Flamengo é bastante popular, pois possui mais de 40 milhões de torcedores, entretanto, possuir uma grande torcida, não faz do Flamengo o maior clube do Brasil, e consequentemente, já faz algum tempo que a equipa carioca não possui esta condição, que historicamente sempre é ocupada por equipas diferentes. Sendo assim, as equipas do Rio de Janeiro possuem muita tradição e história, entretanto, já faz algum tempo que os clubes da cidade maravilhosa não conseguem ter bom êxito em competições nacionais e internacionais, visto que nos últimos anos, os clubes paulistas, gaúchos e mineiros tem tido mais conquistas nas principais competições do que os clubes cariocas.  Posto isto, acredito que Jorge Jesus pode sim fazer história no Flamengo, e conduzir a equipa do Rio as grandes conquistas.

Como um país continental, o Brasil possui 12 clubes que são considerados gigantes, pois são as  equipas mais vencedoras do futebol brasileiro, e que se encontram distribuídas por quatro estados:  São Paulo; Corinthians; Palmeiras e Santos que representam o estado  de São Paulo; o próprio Flamengo; Vasco, Fluminense e Botafogo que são do estado do  Rio de Janeiro, a dupla Grêmio e Internacional que são da cidade de Porto Alegre no Rio Grande do Sul e a dupla Atlético Mineiro e Cruzeiro, clubes de Belo Horizonte capital de Minas Gerais. Além destes clubes, existe também outras equipas muito fortes em outros estados do país, e que recebem também o status de equipas grandes, pois já foram campeões brasileiros, são eles: o próprio Athletico Parananense; e o Coritiba, ambas equipas do estado do Paraná, o Bahia de Salvador, o Sport do Recife e o Guarani de Campinas no estado de São Paulo. Além destes, várias outras equipas são consideradas médias nacionalmente, mas grandes em seu estado, o que demonstra a força do futebol brasileiro.

Enfim, vencer um torneio no Brasil nunca foi fácil, visto que, além da Taça do Brasil que é bastante difícil, o campeonato brasileiro é considerado um dos torneios mais disputados do mundo, tamanha a imprevisibilidade em saber qual equipa pode ser campeã, como sinalizou o treinador português Sérgio Vieira, que treinou várias equipas no Brasil: “O campeonato Brasileiro é um mundo à parte e extremamente difícil, a começar pela dimensão do país, que tem as dimensões de um continente. Se nas principais ligas europeias existem quatro ou cinco equipas muito fortes, no Brasil há mais do dobro”.[1]

[1] Vieira, S. (2019). Flamengo é um dos melhores do mundo. Jornal Record: Lisboa, pp.22.ediçãoº14.644.