829kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Leonor Gaião

Convidado

Artigos publicados

Sociedade

Portugal? Ah, o país do Ronaldo! 

O que se pode querer de um país que mostra Ronaldo como a sua bandeira turística? Eu não comprava bilhete. Comprava sim...
Liberdade de Expressão

All you need is Censura 

Oh, que sonho seria acordar numa manhã sem nada para ler nem para ver, porque foi tudo censurado... "what a wonderful word".
Cultura

“O Pedro gosta do Afonso”? Fogueira já!

O wokismo já provou a sua capacidade de censurar, mas os que o combatem mostram cada vez mais a mesma capacidade de censurar. A cultura de cancelamento já não é só sintoma woke, tornou-se transversal.
Cultura

As mulheres que odeiam os homens: o novo bestselle

Se é este o modus operandi das “feministas”, não são melhores do que os machistas. Está na hora de repensar se a maioria do feminismo não se tornou em femismo.
10 de junho

“Numa mão a lança! Onde está a pena?”

Os “velhos” criticam os “novos” por serem uns ignorantes que desprezam o Camões que se aprende na escola. Mas como atrairiam os “novos” para a cultura se desprezam a mudança e não dançam ao som dela.
Israel

Pró-Israel, Pró-Palestina, Pró-Ucrânia, Pró-Rússia

Será assim tão impensável defender duas causas opostas se o fim último é o mesmo: a paz? Será que ainda é possível apoiar a Palestina sem deixar de apoiar Israel, apoiar a Ucrânia sem odiar a Rússia?
Aborto

“Que a vida começa na concepção é religião, não é 

É uma guerra de forças este universo da opinião, e nem a ciência nos salva, porque, convenhamos, nem eu, nem nenhum cronista vai ler os milhares de artigos em contradição.
Imigração

O Medo é o maior problema de segurança na UE

Estamos todos profundamente zangados uns com os outros, a nossa cabeça está quente e, olhando para trás na História, a zanga só se tem resolvido com revoluções feias.
Relações

Preferias um homem ou um urso?

“Estás sozinha no meio da floresta e ouves um barulho. Quem preferias que estivesse atrás de ti, um homem ou um urso? A nova moda das redes sociais”
Solidão

A descarga do autoclismo

Deixámos de ter paciência para exposições demoradas, estamos a rejeitar o tempo que as coisas costumavam tomar. E temos tanta pressa para quê? Ninguém sabe bem responder.
25 de Abril

Abril e os Velhos do Restelo

Se querem mudar o comportamento, mudem antes a educação, a formação, os planos curriculares, a aposta na inovação, a aposta na formação de professores, e deixem lá os centímetros de calções e decotes.
Extremismo

Esquerda woke ou direita fundamentalista? Não

Há uma guerra ideológica acesa, porque ambos se sentem atacados. Quando se cai em extremos, de ambos os lados, é sinal de doença, doença social e transversal.
Livros

“Identidade e Família”: Oh my God!

Perdi demasiado tempo, mas valeu por todas as gargalhadas que dei, e, pelo menos, já pude saborear as palavras deste “manifesto” por mim própria. 
Partido Chega

O jogo do Chega

Se 1.169.836 de pessoas é um número insuficiente para ter voz, é bem possível que o povo lhes dê um número suficiente da próxima vez. 
Partido Chega

Não é (não) o povo quem mais ordena

O pêndulo cai para os dois lados, e quem chama supremacistas aos votantes do Chega tem pintada na testa a sua própria supremacia.
Política

Um meme dentro de um meme

Por vezes, tenho a sensação de que já só se fala de política para odiar. Ainda nunca tinha visto uma parte do meu país odiar tão profundamente outra parte.
Politicamente Correto

O verdadeiro wokismo

Há crianças que passam uma hora inteira a pedir colo. Como assim votar projetos leis sobre casas de banho e nomes? Ficámos tão cegos com a pasmaceira requintada do politicamente correto?
Sociedade

A cruel “bondadezinha”

Não nego que um partido como o Chega apresenta ideias extremamente retrógradas, mas não é o Chega que está no poder e, no entanto, as instituições estão cada vez mais rígidas, fechadas... fascistas?
Politicamente Correto

Irritade, ou como a sociedade anda doente

Há cinquenta anos, a emoção era uma fraqueza que a sociedade só deixava que habitasse nas mulheres. Cinquenta anos depois, a emoção é uma fraqueza que já não se quer em ninguém.
Liberdade de Expressão

Espelho meu: alguém tem mais opiniões do que eu? 

Talvez o intuito seja pura comicidade, mas em que mundo é que nos passa pela cabeça achar que uma pessoa é uma falhada sexual só por não gostar do mesmo filme que nós?

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas