O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schaüble, afirmou hoje que é do interesse de Portugal continuar o ajustamento após o final do programa de ajustamento e que está confiante que isso vai acontecer. E considera que, apesar da decisão do Governo, o programa da ‘troika’ foi um sucesso.

“Os esforços de reforma deram resultado. É isso que a decisão tomada hoje pelo Governo português demonstra. Portugal pode agora caminhar pelos seus próprios pés, sem o apoio europeu. Isso é um grande sucesso. Regressou aos mercados por boas razões. Portugal vai continuar o caminho de reformas depois do fim do programa, também pelo seu próprio interesse e de acordo com as regras europeias. Estou confiante que isso vai acontecer”, disse numa nota enviada ao Observador.

O Governo alemão sublinha que Portugal comprometeu-se a tomar medidas alternativas ao chumbo do Tribunal Constitucional na mesma dimensão e qualidade das que foram chumbadas.

O ministro das Finanças da Alemanha diz ainda que o país implementou um impressionante programa de reformas para melhorar a sua competitividade e garantir a sustentabilidade das suas finanças públicas, e que o fruto desse esforço se nota nos dados económicos.