São as bebidas de beleza preferidas pelas celebridades internacionais: falamos das águas vitaminadas, bebidas coloridas que se podem encontrar nas prateleiras de alguns supermercados e que, diz a Vogue espanhola, são encaradas quase como uma religião nos Estados Unidos. Não é muito difícil de perceber o porquê. Prometem vários benefícios, desde hidratar e conceder energia à proteção contra os radicais livres. São elaboradas com vitaminas, mas há cuidados a ter: as ditas vitaminas são sintéticas e as fórmulas líquidas contêm açúcares e adoçantes. Nada que impeça a cantora Jessie J e a apresentadora Ellen DeGeneres de serem suas fãs.

A composição das águas vitaminadas varia em função das marcas e do seu objetivo — há águas antioxidantes e hidratantes. Podem ser um bom complemento para quem, como muitos, não bebe a dose diária de água (litro e meio). No entanto, não devem nem podem substituir as frutas e as verduras. “Uma das críticas mais frequentes que se fazem às águas vitaminadas é que algumas delas têm excesso de açúcares”, escreve a edição espanhola da Vogue. Como norma geral, será melhor optar por aquelas com adoçantes naturais ou com frutose.

attends vitaminwater Rooftop Lunch With Chef Tom Colicchio during the 2011 Toronto International Film Festival on September 10, 2011 in Toronto, Canada.

Toby Canham/Getty Images

A água de coco, por seu turno, é considerada uma forma mais natural de bebidas vitaminadas e é a eleição de personalidades como a modelo Gisele Bündchen ou a cantora Rihanna. Alex Pérez, nutricionista da GO Fit, entrevistado pela Vogue, explica que esta apresenta propriedades detox e ajuda a fortalecer o sistema imunitário. Já a equipa de nutricionistas de Centros Felicidad Carrera diz que a água de coco tem uma composição baixa em carboidratos e gordura. É ainda rica em magnésio e potássio, este que ajuda a eliminar as toxinas de forma natural pelo seu poder diurético — não existem, contudo, provas de que a bebida faça perder peso ou acelere o metabolismo, embora possa contribuir no processo de emagrecimento. Ajuda também a prevenir as cãibras e os espasmos, especialmente após o exercício.

Gisele Bündchen Instagram

Gisele Bündchen Instagram

A nutricionista Lillian Barros confirma a tendências das águas ditas funcionais — aquelas que, além de alimentar, têm funções específicas. As águas vitaminadas são, por isso, funcionais, mas Lillian alerta para o facto de terem açúcares na sua composição. Já a água de coco é naturalmente doce e mineralizada, o que pressupõe que tenha menos aditivos artificiais. Melhor mesmo será a água em si, que além do seu inegável valor na dieta alimentar, tem zero calorias. Por esse motivo, Lillian Barros explica ao Observador a importância das águas detox ou infusas, aromatizadas de forma natural e com um forte poder hidratante. Mais do que isso, são simples de preparar: a fórmula passa por juntar ingredientes à água (pepino, folhas de hortelã, citrinos ou morangos, por exemplo) e deixar a bebida repousar durante a noite no frigorífico. Deve ser consumida no dia seguinte.

p.212-agua_laranja_mirtilo_kiwi02

Edgar Rodrigues (cedido por Brio – Supermercado Biológico)

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O certo é que as bebidas apresentadas parecem estar na moda e são, porventura, consideradas elixires de beleza. A julgar por quem as usa, é provável que funcionem.