Esclerose Lateral Amiotrófica

Bernardo Pinto Coelho conta ao mundo como combate a doença

1.420

Bernardo Pinto Coelho demorou três anos a aceitar que tinha esclerose lateral amiotrófica. Agora descobriu como lutar contra a doença e quer motivar outros doentes a fazê-lo.

Bernardo Pinto Coelho é aos olhos dos amigos um guerreiro

Nos primeiros três anos depois de lhe ter sido diagnosticada a doença – esclerose lateral amiotrófica -, Bernardo Pinto Coelho não conseguia aceitá-la. Estava irritado, como contou ao Observador. Adorava praticar desporto, mas as limitações físicas que a doença lhe impunha cada vez mais iriam obrigá-lo a parar mais tarde ou mais cedo. Ir viver com o pai mudou-lhe a vida completamente.

Neste momento pode dizer que é mais feliz, está mais grato por aquilo que tem e valoriza mais a vida. Sabe que, caso se tivesse entregado à doença, em pouco tempo estaria preso a uma cadeira de rodas ou poderia nem cá estar para contar esta história – a maior parte dos doentes não vive mais do que três a cinco anos depois do diagnóstico. Mas neste momento o próprio médico fala em melhorias nos padrões avaliados em relação à doença.

O pai, médico, estudou a fundo a doença e ajudou-o alterar o estilo de vida. Com o vídeo publicado no Youtube, Bernardo quer ajudar outras pessoas a lutar contra a doença e deixa cinco conselhos:

1. O poder da mente – para Bernardo a mente comanda o corpo. Se a mente não ajudar, mesmo que se faça tudo o resto bem e pode não se recuperar.

2. A alimentação – adotou uma dieta do paleolítico deixando de fora açúcares, laticínios e cereais. Foi-lhe muito doloroso, mas considera que valeu a pena.

3. O exercício – pratica quatro horas de exercício por dia: nada, faz exercícios de musculação e cardiovasculares, treina elasticidade e faz estimulação muscular com elétrodos. Nas primeiras semanas sentia-se muito cansado, mas agora consegue andar melhor.

4. Os suplementos alimentares – estes dependem das necessidades de cada pessoa e o melhor é consultar um médico.

5. A terapia sintónica – foi a melhor maneira de aceitar a doença e aprender a viver com ela. Bernardo diz que agora até se tornou demasiado tolerante, que nada o irrita.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt
IAVE

Errare humanum est… exceto para o IAVE!

Luís Filipe Santos

É grave tal atitude e incompreensível este silêncio do IAVE. Efetivamente, o que sempre se escreveu nos anos anteriores neste contexto foi o que consta na Informação-Prova de História A para 2018.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)