Uma nave espacial da Virgin Galatic estava a realizar um teste de voo quando sofreu uma “anomalia” e caiu sobre o deserto Mojave na Califórnia, causando um morto e um ferido grave. O anúncio foi feito pela própria empresa na rede social Twitter.

A nave SpaceShipTwo, com capacidade para seis passageiros e dois pilotos, descolou da base aérea do deserto de Mojave às 10h15 hora local (17h15 em Portugal), para realizar um teste de voo a que a companhia chamou “doce de Halloween”, de acordo com o Mashable. Pouco tempo depois, os controladores aéreos terão perdido contacto com aeronave e percebido que algo de errado se passava. Segundo fontes da Administração Federal de Aviação, “o acidente ocorreu pouco tempo depois de a SpaceShipTwo se ter separado da WhiteKnightTwo, o veículo que transportava a nave”, cita o jornal The Guardian.

A bordo da SpaceShipTwo encontravam-se dois pilotos e um deles terá morrido de imediato. De acordo com a polícia local, o sobrevivente foi transportado para o hospital e encontra-se em estado grave. Fotografias tiradas no local mostram partes da nave espalhadas pelo deserto.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo a NBC News, citada pelo Guardian, a nave foi obrigada a esperar na pista durante três horas antes de descolar, enquanto os assistentes de operação de terra avaliavam as condições climatéricas. A empresa, que pertence em parte ao empresário britânico Richard Branson, disse que iria “trabalhar diretamente com as autoridades” de forma a determinar a causa do acidente. “A nossa principal preocupação é o estado dos pilotos”, pode ler-se no Twitter da Virgin Galatics.

A SpaceShipTwo foi concebida para levar turistas ao espaço e esperava-se que fizesse a primeira viagem suborbital nos próximos meses. A BBC refere que mais de 800 pessoas já pagaram para viajarem na SpaceShipTwo. O preço de cada viagem é de cerca de 200 mil dólares (cerca de 160 mil euros) por pessoa.