Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

As dezassete pessoas que foram internadas este sábado no Hospital de Beja por suspeitas de intoxicação já tiveram alta. As vítimas estavam a trabalhar num call center da Portugal Telecom (PT), mas tiveram de ser transportadas até ao Hospital de Beja porque durante a tarde apresentaram sinais de mal-estar, náuseas e vómitos, disse ao Observador fonte oficial do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja.

O alerta foi dado à 15h54 e existe a suspeita de que as intoxicações tenham resultado da utilização de algum produto de limpeza ou de desinfeção.

Ao local acorreram quatro viaturas dos bombeiros voluntários de Beja e, ainda, a PSP e técnicos da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

O Observador tentou contactar o Hospital de Beja, mas até ao momento ainda não foi possível obter qualquer esclarecimento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Uma fonte oficial da PT confirmou ao Observador que os 17 trabalhadores encontram-se bem de saúde e já terão recebido alta, mas ainda vão ser apuradas as verdadeiras causas de intoxicação.

(Última atualização às 20h35)