O português Paulo Gonçalves (Honda) manteve hoje o segundo lugar da geral nas motos no rali Dakar de todo-o-terreno, após a terceira etapa, ganha pelo austríaco Matthias Walkner (KTM).

O austríaco gastou 2:34.28 horas para cumprir os 220 quilómetros cronometrados da especial, entre San Juan e Chilecito, Argentina, à frente dos espanhóis Marc Coma (KTM) e Joan Barreda (Honda), a 40 segundos e 1.53 minutos, respetivamente.

Paulo Gonçalves foi quinto na etapa, a 2.49 minutos, e manteve a segunda posição da geral, a 5.33, enquanto Ruben Faria caiu para quinto, a 12.10, e Hélder Rodrigues para nona, a 18.34.

Nos carros, que tiveram uma especial de 284 quilómetros, o argentino Orlando Terranova (Mini) foi o mais rápido, em 2:57.28 horas, menos 1.54 minutos do que o sul-africano Giniel De Villiers (Toyota) e 2.52 do que o saudita Yazeed Alrajhi (Toyota).

Na geral, o catari Nasser Al-Attiyah (Mini) continua a liderar, com 5.18 minutos do que De Villiers e 18.05 do que Terranova.

Na quarta-feira, o Dakar entra no Chile, com a ligação entre o Chilecito e Copiapó, com os carros e as motos a terem uma especial de 315 quilómetros.