Uma portuguesa de 37 anos, residente em Luanda, desaparecida desde quinta-feira, foi encontrada sem vida na segunda-feira, nos arredores da capital angolana, informou hoje à Lusa fonte dos serviços consulares de Portugal.

A vítima, natural de Faro e que trabalhava para uma petrolífera, terá sido levada por assaltantes quando regressava de um jantar com amigos e alvo de uma tentativa de extorsão de dinheiro.

Foi encontrada na segunda-feira, sem vida, nos arredores da cidade de Luanda, estando o caso em investigação pela polícia angolana.

Estima-se que mais de 200 mil portugueses vivem atualmente em Angola, sobretudo na província de Luanda.