O dicionário da Academia Sueca (SAOL), vai introduzir, na sua versão atualizada, um pronome que se distingue por ter género sexual “neutro”, afirmam os editores da Academia Sueca, segundo o jornal inglês The Guardian.

A palavra “hen” é uma das 13.000 novas palavras a ser introduzida na nova edição do dicionário da Academia Sueca (SAOL) e será usada para fazer referência a uma pessoa sem revelar o seu género. A situação pode ocorrer em casos em que o género é desconhecido, quando a pessoa em questão é transgénero, ou quando o sexo da pessoa em causa é uma informação irrelevante para determinado contexto.

O pronome “hen” foi cunhado em 1960, quando o uso generalista de “han” (ele) se tornou politicamente incorreto. Surgiu nessa altura a necessidade de criar um novo pronome que transcendesse a divisão por vezes redutora de “ele”/”ela”. Contudo, a palavra não teve muito uso, diz o The Guardian.

Por volta dos anos 2000, a pequena comunidade transgénero do país resgatou a sua utilização que foi aumentando em termos de popularidade, sendo agora adicionado aos restantes pronomes “han” (ele) e “hon” (ela), dissociando-se progressivamente da inicial conotação feminista.

A Academia Sueca atualiza os seus dicionários de dez em dez anos e as novas palavras adicionadas são determinadas pela sua popularidade em termos de utilização e pela sua relevância. A nova versão do dicionário será lançada em abril.