Se é fã da série Ficheiros Secretos, provavelmente já ouviu falar da famosa Área 51. O complexo militar, localizado no deserto do Nevada, nos Estados Unidos da América, foi durante décadas alvo de todo o tipo de especulações. Adquirida pela Força Aérea norte-americana em 1955, esteve desde o início envolta num grande secretismo, com muitos a acreditarem que se tratava de um centro de investigação extraterrestre.

Foi só em 2013, com a desclassificação de documentos secretos, que se ficou a saber a verdade sobre a Área 51 — que se trata, na verdade, de um campo de treinos e de testes da Força Aérea norte-americana.

Apesar de ter sido descoberta a verdadeira função da Área 51, o estado do sudoeste dos Estados Unidos da América continua a ter outros segredos por desvendar. Um deles é a Janet Airlines.

Segundo alguns especialistas em serviços de inteligência, é a partir do estado do Nevada que funciona uma companhia aérea secreta, utilizada pelo governo norte-americano para transportar os seus funcionários. Esta, conhecida por Janet Airlines, terá sido criada na década de 1970 e operará a partir do aeroporto internacional de McMarran, em Las Vegas.

“Just Another Non Existent Terminal”

Apesar de ser conhecida por Janet, este não será o nome oficial da companhia. A designação, criada por investigadores há algumas décadas, corresponde às iniciais de “Just Another Non Existent Terminal” (“apenas outro terminal que não existe”) ou ainda de “Joint Air Network for Employee Transportation” (“linha aérea conjunta para transporte de funcionários”).

A transportadora aérea, que será operada pela empresa AECOM, terá pelo menos seis Boeing 737 brancos, com uma risca vermelha, e por uma pequena frota de Beechcraft. De acordo com os especialistas em serviços de inteligência, os aviões da Janet Airlines podem ser vistos todos os dias a descolar do aeroporto de McMarran, onde têm um terminal exclusivo.

Questionado pela BBC Mundo sobre a existência da companhia aérea secreta, Benjamin Newell, porta-voz da Força Aérea norte-americana, disse que, à semelhança do que acontece na zona de testes do Nevada, não podia confirmar nem negar a existência da Janet Airlines ou de outra transportadora com características semelhantes.

“Algumas atividades e operações realizadas no campo de treino e de testes do Nevada, no passado e no presente, são classificadas e não podem ser discutidas”, esclareceu Newell.

À BBC, o porta-voz disse ainda que antigamente costumavam ser realizados voos contratados entre Las Vegas e a Área 51, mas que estes “já não existem”. Newell referiu ainda que não podia confirmar ou negar a existência de voos semelhantes entre outros complexos militares.