O banco espanhol BBVA voltou a definir a saída de Portugal como um dos objetivos de curto prazo e, segundo o diário espanhol ABC, está à procura de investidores que queiram comprar a operação no mercado português. O jornal diz que entre os “pretendentes” estão a Anbang, a Fosun e a Apollo, precisamente os mesmos três que foram à fase final do processo de venda do Novo Banco.

ABC cita fontes do mercado financeiro português que dizem que “não será fácil encontrar uma noiva para o BBVA”, tendo em conta os resultados pouco animadores da operação nos últimos anos. As mesmas fontes apontam, contudo, que podem estar interessadas as duas empresas chinesas que estão envolvidas na compra do Novo Banco – a Anbang, que não chegou a acordo com o Banco de Portugal e a Fosun, que está agora a negociar – e, também, o fundo Apollo Global Management, que se perfila, também, como candidato à compra do Novo Banco.

Junta-se a este lote de possíveis interessados um outro fundo norte-americano que terá estado na corrida pelo Novo Banco mas que ficou pelo caminho, o Cerberus.