A porta-voz do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, anunciou hoje que a primeira iniciativa parlamentar na próxima legislatura será rasgar “a indecorosa lei do aborto aprovada à pressa pela direita”, que tem uma “visão pequenina e serôdia das mulheres”.

Catarina Martins discursava num jantar-comício da pré-campanha, que hoje decorreu na Cantina Velha da Cidade Universitária de Lisboa, apelando ao voto no Bloco de Esquerda (BE) daqueles que, há quatro anos, ao sentir a pressão para a mudança, perceberam “bem como o seu voto útil foi um voto traído”.

“Pela nossa parte o compromisso é claro: fazer a lei do aborto respeitar o sentido do referendo, rasgando a indecorosa lei aprovada à pressa pela direita. [Esta] será a primeira iniciativa do próximo grupo parlamentar do Bloco de Esquerda”, anunciou a porta-voz bloquista, acusando PSD e CDS-PP de terem uma “visão antiga e serôdia do papel das mulheres”.