O novo embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas (ONU), Danny Danon, acusou as escolas palestinianas de ensinarem as crianças a esfaquear judeus. As declarações foram feitas na sexta-feira, em Nova Iorque, antes da reunião do Conselho de Segurança da ONU e o embaixador mostrou o diagrama “Como esfaquear um judeu” que alegadamente seria usado nas escolas para incitar o ódio, conforme noticiou a Sky News (vídeo).

As declarações chegaram na mesma semana em que duas crianças palestinianas, de 13 e 15 anos, esfaquearam dois israelitas deixando uma criança de 13 anos gravemente ferida, noticiou a Reuters. A mesma agência noticiosa refere que uma rapariga palestiniana de 16 anos, do mesmo bairro que um dos outros atacantes, esfaqueou um polícia no centro de Jerusalém. E estes são apenas alguns dos exemplos da violência vivida nos últimos dias.

O embaixador seguiu o discurso acusando as escolas de ensinarem ódio, em vez de matemática ou ciência. Referiu ainda que em vez de verem desenhos animados quando chegavam a casa da escola, as crianças viam assassinos serem considerados heróis. Porém, nem a Sky News nem o Daily Mail conseguiram apurar a veracidade das alegações feitas por Danny Danon sobre o referido diagrama. E, à falta de provas independentes, esta pode bem ser mais uma ação de propaganda israelita junto da comunidade internacional.