Não é apenas pelas aventuras que o agente secreto mais famoso do MI-6 continua a fazer milhões de pessoas irem ao cinema. Nem apenas pelas mulheres esculturais que vão interferindo nas missões de que James Bond está incumbido. Há sempre uma nova estrela nos filmes 007: o carro que conduz.

Para os amantes dos motores, estes carros-brinquedo podem dar arrepios. Por três motivos: muitos são carros de coleção, verdadeiras obras de arte para a época em que chegaram ao cinema; outros – os mais recentes – são topo de gama recheados de gadgets; e, por último, muitos acabam por ser destruídos (ou pelo menos maltratados) no decorrer das gravações.

“Spectre” não será excepção. O 24.º filme da saga de James Bond vai ser andar ao volante de um Jaguar de última geração, o C-X75. E ao longo das gravações foram destruídos 35 milhões de euros em carros, incluindo dez Aston Martin DB10. É, aliás, o filme mais destruidor de toda a história dos 007.

Para recordar os outros carros de James Bond, entre na nossa fotogaleria.